2023

Julho
Setembro
Outubro
Novembro
Dezembro

2024

Janeiro
Fevereiro
Maio
Junho

MAIS FORÇA À CDU, PARA UMA VIDA MELHOR!!

O País não aguenta mais os baixos salários e pensões, serviços públicos degradados e com falta de profissionais.

O País não aguenta mais as dificuldades no acesso à habitação ou a falta de uma rede pública de creches acessível para todas as crianças.

O País não aguenta mais o que PS, PSD, Chega, IL e CDS fazem para impedir as soluções necessárias para uma vida melhor a que o povo e os trabalhadores têm direito.

Além de outras medidas incluídas no Programa Eleitoral, a CDU destaca como medidas prioritárias para a Educação, Saúde, Habitação e melhoria das condições de vida dos portugueses:

Mais Educação

– Contagem integral do tempo de serviço e vinculação após três anos de ensino;

– Rede pública de creches gratuitas, criando 100 mil novas vagas até 2028;

– Universalização e valorização do abono de família;

– Fim das propinas no ensino superior e reforço da Acção Social Escolar.

Mais Saúde

– Reverter para o SNS financiamento público que vai para os grupos privados, acabando com os pagamentos aos negócios privados da doença;

– Contratação de mais profissionais atribuindo médico e enfermeiro de família a cada utente;

– Construção de um hospital público no Concelho de Sintra que responda efectivamente às necessidades, considerando que a unidade em construção não terá internamento.

Mais Habitação

– Estabelecer um Programa de Oferta Pública de Habitação com investimento médio anual em 1% do PIB e disponibilização de 50 mil novas habitações durante a legislatura;

– Proteção de Habitação Própria, com bancos a suportar o aumento das taxas de juro;

– Proteção de Habitação Arrendada, com regulação e redução do valor das rendas e revogação da Lei dos Despejos;

– Estabilidade no arrendamento – contratos de 10 anos.

Melhores condições de vida

– Aumento geral dos  salários em 15%, no mínimo de 150 euros para todos os trabalhadores do sector público e privado;

– Fixação do Salário Mínimo Nacional em 910 euros em Janeiro de 2024, atingindo os 1000 euros ao longo do ano;

– Aumento de todas as pensões em 7,5% com valor mínimo de 70 euros num caminho progressivo da sua valorização, acima da inflação, ao longo de toda a legislatura;

– Garantia de acesso à pensão de velhice, sem penalizações, aos trabalhadores que tenham completado 40 anos civis de registo de remunerações;

– Fixação dos preços dos combustíveis e dos alimentos;

– Gratuitidade dos medicamentos para pessoas com mais de 65 anos, para os doentes crónicos e para as pessoas em situação de insuficiência económica;

– Redução do valor do passe nos transportes;

A nível local, também na Assembleia de Freguesia a CDU Rio de Mouro tem apresentado propostas que visam melhorar as condições dos trabalhadores e dos moradores na freguesia:

  • Fazer aplicar o Suplemento por Trabalho em Condições de Penosidade e Insalubridade aos trabalhadores da Freguesia abrangidos pela respectiva legislação, ou seja, os trabalhadores do cemitérioe os de recolha dos monos e a celebração de um contrato de trabalho efectivo com cada trabalhador do Programa de Recolha de Monos, para que estes trabalhadores pudessem usufruir do referido suplemento (proposta rejeitada pela Junta PS);
  • Pelo reforço da prestação de cuidados de saúde na nossa freguesia. Nesta exigimos do Agrupamento de Centros de Saúde de Sintra (ACES) e do Ministério da Saúde o reforço de Médicos e Enfermeiros de Família e de todos os meios humanos e materiais de forma a resolver as carências identificadas e sentidas pela população de Rio de Mouro. Exigimos a concretização do novo centro de saúde na freguesia e a remodelação e expansão do posto de saúde/extensão de Albarraque/Tabaqueira (aprovada);
  • Para que fossem tomadas as iniciativas necessárias para que se criasse o número de vagas suficiente em creche para os filhos bebés de centenas de famílias rio de mourenses (rejeitada pelos votos contra do PS, PSD e Chega, contando com a abstenção do CDS);
  • Exigir do governo medidas para reduzir o valor das rendas e das prestações ao banco e assegurar o direito à habitação (aprovada por maioria, com o voto contra dos partidos da direita); ainda assim, o PS opôs-se à proposta da CDU de imposição de limites concretos à subida das rendas.

A CDU conta para lutar e defender os direitos, e conta sobretudo na hora de dar solução aos problemas. A CDU é reconhecida como uma força de palavra, de verdade, seriedade e trabalho.

Sempre que a CDU tem mais força, a vida de cada um avança.

As eleições para a Assembleia da República constituem uma oportunidade para decidir que não fica tudo na mesma ou pior!

É hora de mudar de política!!

CDU: PALAVRA, DIGNIDADE, CONFIANÇA

Junta de Freguesia

Contribuir de forma ativa para a qualidade de vida de toda a comunidade.

Balcão digital

Consulte aqui todos os nossos regulamentos e normas de funcionamento.

Aceda aqui