User Rating: 0 / 5

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive
 

Domingos Maximiano Torres

Domingos Maximiano Torres, insigne poeta e modesto dramaturgo, nasceu em Rio de Mouro, a 6 de Novembro de 17 48, e faleceu na Trataria, a 5 de Outubro de 1810.

Depois de concluir o curso de Direito na Universidade de Coimbra, voltou para Lisboa, onde se relacionou com vários poetas e dramaturgos ilustres do seu tempo.

Em 1791, publica o seu primeiro volume de poesia, intitulado Amor Mágico, considerado uma das obras primas do autor. Sete anos mais tarde, foi eleito sócio correspondente da Real Academia das Ciências de Lisboa.

Como tantos outros pensadores do seu tempo, deixou-se fascinar pelas novas ideias filosóficas e liberais dos finais do século XVIII e pelos ideais da Revolução Francesa, consumada em 1789.

A famosa "Setembrizada", de 1809, surpreendeu o poeta e muitos dos seus amigos, levando-os para a cadeia. Poucos dias depois da sua prisão, foi transferido para o Presídio da Trataria, onde morreu dias depois.

A maioria das suas obras foi, muito tempo depois, editada, ou reeditada, em Paris, pelo seu amigo Francisco Manuel do Nascimento - Ensaio Métrico, A Inauguração da Estátua Equestre, Proteo, O Alvoroço e A Vénus Física.

 

CONTATOS



Rua Óscar Monteiro Torres, 19
2635-385 Rio de Mouro
geral@jf-riodemouro.pt
(+351) 21 917 82 90

REGISTE-SE

Inscreva-se para saber o que se passa na Freguesia de Rio de Mouro.

SIGA-NOS

© 2015 Junta de Freguesia de RIO DE MOURO - Todos os direitos reservados.

Search