Bento José Esteves Faria

Bento José Esteves Faria, jornalista e escritor teatral, nasceu a 8 de Janeiro de 1875, e faleceu em Rio de Mouro, a 7 de Fevereiro de 1954.

No teatro, com apenas 15 anos, escreveu o drama Arrependimento, a que se seguiu O Cabreiro Alsaciano, episódio da guerra franco-prussiana.

No entanto, a verdadeira estreia como autor dramático verificou-se em 1903, com o drama O Delírio do Ciúme, representado no Teatro Taborda, constituindo autêntico panfleto contra o alcoolismo, dentro de uma linha naturalista, em que se integra o acto em verso Missa Nova. Levado à cena em 1905, na segunda temporada do Teatro Livre, foi protagonizado por Adelina Abranches e António Pinheiro, sendo o melhor texto onde o autor dá largas a um exacerbado anti-clericalismo ultra-obscurantista.

Como jornalista, participou nos jornais O Século, Diário de Notícias, Mundo, País e Capital.

 

CONTATOS



Rua Óscar Monteiro Torres, 19
2635-385 Rio de Mouro
geral@jf-riodemouro.pt
(+351) 21 917 82 90

REGISTE-SE

Inscreva-se para saber o que se passa na Freguesia de Rio de Mouro.

SIGA-NOS

© 2015 Junta de Freguesia de RIO DE MOURO - Todos os direitos reservados.

Search